Páginas

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Várias piadas populares

A mulher recebe o amante em casa enquanto o marido trabalha.
Seu filho de seis anos chega da escola mais cedo, vê os dois juntos e se
esconde no armário do quarto para espiar.
O marido também volta para casa inesperadamente e a mulher resolve
esconder o amante no armário, sem perceber que o filho já estava lá.
O menininho diz: - Ta esculo aqui...
O amante responde - É... Tá mesmo...
Menino - Eu tenho uma bola de beisebol
Amante - Legal...
Menino - Quer comprar?
Amante - Não, obrigado...
Menino: Meu pai tá lá fora..
Amante - Ok, quanto?
Menino - Duzentos reais...
Algumas semanas depois, lá estão o garoto e o amante presos no armário novamente.
Menino - Tá esculo aqui.
Amante - É... Tá mesmo...
Menino - Eu tenho uma luva de beisebol.
O amante, se lembrando da última vez, pergunta ao garoto: Quanto é?
O Menino - Setecentos reais.
Amante - Feito!
 Dias depois, o pai diz ao garoto, pegue a sua luva e a sua bola de
beisebol, vamos lá no quintal para eu te ensinar como se joga..
O menino responde, não posso, vendi a luva e a bola...
O pai pergunta, por quanto você vendeu?
Novecentos reais, responde o menino.
 O pai, horrorizado, diz ao menino que isso não se faz, cobrar tanto de
seus amiguinhos por coisas que custam barato.
E leva o filho à igreja para que confesse para o padre.
Chegando lá, o pai leva o menino ao confessionário e fecha a porta.
O menino diz - Tá esculo aqui...                  
O padre responde- Nem vem!
Eu não vou comprar mais bosta nenhuma!!
Enviada por Nelma Fattori
--------------------


Quando o gaúcho se mudou para Floripa, era muito pobre, mas em poucos anos já estava rico!
Os amigos, de Passo Fundo, obviamente quiseram saber como ele conseguiu essa proeza.
Ele, então, contou sua estória:
-Bah, tchêee ... Abri um puteiro...
Mas não um puteiro qualquer, um senhor puteiro!
Para ter sucesso nesse mercado é preciso inovar e diversificar...
Por isso, esse puteiro é num prédio lindo, dividido em três segmentos:
o da esquerda, só com chinoca nova;
o do meio, só com chinoca véia;
o da direita, só com viado!"
Os amigos exclamaram:
"- Mas BAH, TCHE ... Que grande idéia! Trilegall... Você é baguál mesmo;isso é tecnologia típica da nossa terra!"
E o Gaúcho continuou:
"- Mas não pensem que foi fácil chegar lá, não! Tchê!!!!!
Tivemos que trabalhar DURO!
No início, era só  minha mulher, a minha sogra e eu...!!!"
Enviado por Lise Borchia
--------------------


 Um advogado, andando pela rua, viu uma placa que dizia:
 Clínica Médica: tratamos qualquer doença; resultado garantido ou seu dinheiro de volta e em DOBRO.
 E pensou: 'Esses caras tão se achando espertos, vou enganá-los e ainda tirar uma grana.' Entrou na clínica, pagou a consulta e o médico o recebeu sorridente:
 - Pois não, o que o traz até aqui?
 - Doutor, estou aqui com um grande problema, perdi meu paladar, não consigo mais sentir o gosto de nada; água, café, feijão, arroz...
 E o médico: - Ah, pois não.. Enfermeira, por favor, traga o pote número 13.
 E veio o pote cheio de merda; o médico encheu uma colher e enfiou na boca do advogado.
 - O que é isso? O senhor me deu merda?!! Tá maluco ???
 E o médico imediatamente: - Pronto, recuperou seu paladar, está curado!
 O advogado saiu puto da vida pensando: 'O filho da puta me pegou dessa vez, mas agora tenho que recuperar minha grana. Dessa vez
 vou meter uma infalível.
 Dias depois entrou na clínica, pagou novamente a consulta e...
 - Ora, ora, o senhor aqui de novo?!
 E o advogado:
 - Como assim, de novo? Quem é o senhor, quem sou eu? Perdi minha memória. O que estou fazendo aqui?
 O médico sem pestanejar: - Ah, pois não, enfermeira, o pote número 13.
 - O pote 13 de novo não, porra!
 - Maravilha, recuperou a memória, está curado!
 E o advogado, puto da vida, pensou... "Levou meu dinheiro de novo. Não é possível!
 Dessa vez não vou dar chance."
 Uma semana depois lá estava o advogado novamente e....
 - Mas vejam só, o senhor novamente! Em que posso ajudá-lo dessa vez?
 - Pois é doutor, dessa vez estou acabado, perdi o tesão! Não tenho mais vontade de comer ninguém. Vejo a Juliana Paes, a Flávia Alessandra, a Ana Paula Arósio e nada. Não tenho mais vontade nenhuma...
 O médico pensou um pouco e solicitou: - Enfermeira, o pote número...
 - Se vier com essa porra de pote número 13 mais uma vez vou foder com o senhor, vou foder com essa sua enfermeira filha-da-puta...  vou foder com todo mundo!...
 - Pronto, já recuperou seu tesão! Está curado novamente!!!
Enviada por Aline Horvath

----------

Um menino da roça, de 15 anos de idade, e seu pai entraram em um shopping pela primeira vez. Eles ficaram impressionados com quase tudo o que viram, mas especialmente por duas brilhantes paredes de prata que poderiam abrir e fechar.
O menino perguntou: "O que é isto, pai?"
O pai (nunca tinha visto um elevador) respondeu: 'Filho, eu nunca vi nada parecido em minha vida, eu não sei o que é. "
Enquanto os dois estavam assistindo com perplexidade, uma senhora idosa, gorda, em uma cadeira de rodas chegou perto das portas e apertou um botão. As portas se abriram e a senhora rolou entre elas  e entrou em um quarto pequeno. As portas fecharam e o menino e seu pai observavam o pequeno número acima das portas acender sequencialmente.
Eles continuaram a assistir, até que chegou o último número ... e, depois os números começaram voltar na ordem inversa.
Finalmente, as portas se abriram novamente e uma linda loira de mais ou menos  24 anos,  saiu do quartinho.
O pai, sem tirar os olhos da moça, disse calmamente ao seu filho .....
"Vá buscar sua mãe..."
----------

O turco vê uma mulher linda, com seios espetaculares, salta do ônibus.
Corre até ela e pergunta:
 - Deixaria eu morder seus seios por 50 reais?
- Você deve estar maluco - diz a moça.
- E por R$ 500,00 você deixaria?
- Olha, não me leve a mal, mas não sou desse tipo de mulher.
De olho no volume daqueles seios, ele insiste:
 - Por R$ 5.000,00 você deixaria eu morder seus seios maravilhosos?
A mulher hesita, pensa um pouco e finalmente responde:
- Por R$ 5.000,00 tudo bem. Então vamos até aquele cantinho...
Ela abre a blusa, deixa os seios à mostra e libera tudo pro turquinho...
Ele beija, esfrega, alisa, passa as mãos (por cima e por baixo), encosta a cabeça, lambe, chupa e nada de morder....
Até que a mulher perde a paciência:
- Você vai ou não vai morder???...
- Eu não!!!... É muito caro!!!
Enviadas por Lise Borchia

0 comentários:

 Adaptação do desenho em ago/2013 por Amorim Sangue Novo - Jornalista Responsável - MTB/SP 59858 - amorinfo@bol.com.br - 55 18 99668-9058.